EM ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO

Ex-servidora pública é achada morta e filho é principal suspeito

A suspeita é que ela tenha sido asfixiada pelo próprio filho até a morte

Publicado em

Atualizado às 14h14: Eracy de Campos, de 71 anos, foi encontrada morta, na manhã desta quinta-feira (26.05), dentro de seu apartamento, em um conjunto habitacional do bairro Jardim Aeroporto, em Várzea Grande. A suspeita é que ela tenha sido asfixiada pelo próprio filho até a morte. O suspeito não foi localizado e está sendo procurado pela polícia.

As primeiras informações são de que moradores do prédio, localizado na Rua Santa Genoveva, sentiram um forte odor vindo do apartamento onde a mulher morava com o filho e resolveram acionar a PM.

Leia também: Polícia prende suspeito com carga de biscoito ‘recheada’ de cocaína

Ao chegarem ao local, os militares encontraram Eracy já morta no quarto, em estado de decomposição. Acredita-se que ela foi morta há aproximadamente dez dias.

Conforme o Sargento da PM Moacir, o filho da mulher estava no local durante esse tempo todo, mesmo com o forte odor e o corpo da mãe no quarto, já que na sala do apartamento foi localizado um colchão.

Leia Também:  Lei Seca: 20 motoristas são presos por dirigir embriagados

Eracy era aposentada e trabalhou por muito tempo na Secretaria de Saúde, tanto de Cuiabá quanto de Várzea Grande. Já o filho dela tem 33 anos. De acordo com a polícia, ele é usuário de drogas e tem diversas passagens criminais.

Hoje, ao ser questionado por vizinhos sobre o paradeiro da mãe, ele justificou que ela não estava na casa e que viajou para cuidar de uma tia doente.

Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local e encaminhou o corpo da senhora para o Instituto Médico Legal (IML), onde passará por necropsia para constatar a real causa da morte.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

CIDADES

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI