MATO GROSSO

Associação pede redução da nota de corte de concurso da PM e Bombeiros

Associação pede que esse número passe para 40% ou 35%, fazendo com a Sesp possa convocar mais aprovados

Publicado em

A Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Mato Grosso solicitou ao Governo do Estado redução da nota de corte do concurso realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), para ingresso de novos soldados.

Segundo o certame, o candidato que obtiver nota inferior a 50% da pontuação máxima da prova objetiva será eliminado. Contudo, a associação pede que esse número passe para 40% ou 35%, fazendo com que assim a Secretaria de Segurança Pública possa convocar mais aprovados aos cargos.

Para reforçar o pedido, foi feito um comparativo com editais de concursos para o mesmo cargo, de outros estados. Além disso, o presidente da associação 3º Sargento da PM, Laudicério Aguiar Machado, destaca a constitucionalidade da solicitação com base em decisão monocrática do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Assim sendo, quebrar a cláusula de barreira de 50% e realizar o chamamento de no mínimo 2000 candidatos a mais do que a quantidade de vagas ofertadas, para que possam realizar as demais fases e aí sim, se tornar um cadastro de reserva, com mais candidatos aprovados ao final do certame em cada cargo tanto SD PM quanto SD BM ou diminuir a porcentagem de 50% para 40 % e em última hipótese realizar o chamamento dos candidatos pela ordem classificatória decrescente até o preenchimento do dobro das vagas ofertadas, visando o Princípio da Economicidade e reprovações nas demais fazes do certame”, narra trecho do documento.

Leia Também:  Veja vídeo: Motorista que caiu no Portão do Inferno fala sobre o acidente

Conforme o edital, as vagas para o concurso são de cadastro de reserva, o que não gera ao Executivo a obrigação de fazer o chamamento. Em entrevista à Rádio Capital FM, o governador Mauro Mendes (UB), já antecipou que deve convocar ao menos 1,2 mil aprovados no concurso da Segurança Pública ainda este ano.

O concurso foi realizado em fevereiro. Ao todo são sete editais com as seguintes oportunidades: para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), as vagas ofertadas são para oficial e soldado. Para a Polícia Judiciária Civil, as vagas são para escrivão e investigador. Já para a Politec, as vagas são para perito oficial criminal, perito médico legista e perito odonto legista.

“Todos aqueles que fizeram concurso podem ficar tranquilos. A primeira fase já foi, que é a prova, agora tem outras etapas conforme edital. Terminando e soltando a lista dos classificados, o governo vai, ainda esse ano, fazer esse chamamento sim, de 1.000, 1.200 profissionais para Segurança”, garantiu o governador.

Teste de Aptidão Física (TAF)
Nesta terça-feira (24.05), a UFMT comunicou a suspensão do concurso público para cargos de escrivão e investigador da Polícia Civil, por tempo indeterminado. A decisão segue determinação da Justiça Federal. Além disso, a organizadora do certame informou que irá disponibilizar aos candidatos a gravação do Teste de Aptidão Física (TAF).

Leia Também:  Polícia apreende mais de 800kg de pasta base de cocaína na BR-163

Nas redes sociais, vários candidatos que participaram do teste físico relataram ferimentos. As fotos mostram lesões nas mãos e cabeça. Conforme o edital, o TAF tem como finalidade avaliar a condição física do candidato.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

CIDADES

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI