Timão encara legião de ex-Corinthians no Cuiabá; Marllon detalha objetivos do clube

Zagueiro defendeu o Timão por três temporadas, com 34 jogos disputados

Dos três jogadores que trocaram o Corinthians pelo Cuiabá nesta temporada, apenas um deles estará presente na partida desta segunda-feira, às 20h, na Arena Pantanal, no fechamento da 13ª rodada do Brasileirão: o zagueiro Marllon.

Ao contrário do goleiro Walter e do atacante Jonathan Cafú, que foram negociados por empréstimo e estão vetados do jogo, o zagueiro quebrou seu contrato antes de assinar com a equipe do Mato Grosso. Isso não significa, porém, que ele será o único "ex" em campo.

No time titular do técnico Jorginho, outros três jogadores que foram campeões pelo Timão devem atuar: o lateral-esquerdo Uendel, que venceu o Brasileirão em 2015; o atacante Clayson, campeão brasileiro em 2017; e o atacante Elton, campeão da Libertadores de 2012, com direito a gol marcado.

– A gente até brinca em relação a isso, é legal. São todos jogadores experientes, muita gente que passou por grandes clubes. Isso facilita – disse Marllon ao ge.

                              Marllon pelo Cuiabá — Foto: Assessoria de Comunicação do Cuiabá

                              Marllon pelo Cuiabá — Foto: Assessoria de Comunicação do Cuiabá

Marllon tem 20 jogos pelo Cuiabá na temporada. Pelo Corinthians, entre 2018 e 2020, foram 34 partidas. Teve dois empréstimos no período, para Bahia e Cruzeiro. Neste ano, foi um dos muitos jogadores que deixaram o clube na política de redução de folha salarial da gestão corintiana.

– Pra mim, foi bom sair. Não tenho que falar um A do Corinthians, evoluí muito como ser humano e atleta, fui emprestado duas vezes, então foi uma saída natural para mim. Diferente do Walter, que ficou quase dez anos no clube e deve ter sido mais difícil. Foi positivo para mim.

Estreante na Série A, o Cuiabá sabe muito bem qual é o seu objetivo, segundo Marllon.

– As pessoas, quando viram o Cuiabá contratando, se assustaram, não sabem como é, mas é um clube de bom planejamento, com uma estrutura que está evoluindo. Creio que em um ou dois anos estará em outro patamar. Vamos surpreender muita gente ainda. Nosso objetivo é ficar na Série A, não tem outro pensamento, é fazer os 45 pontos o mais rápido possível. Todo mundo é muito ciente disso.

*Por Marcelo Braga — Leia a matéria completa no:

https://ge.globo.com/sp/futebol/noticia/noticias-corinthians-cuiaba-marllon.ghtml

Leia também

Deixe seu comentário!