Suspeitos de terem matado policial a chutes em distribuidora são identificados

Polícia está em diligências a fim de localizar os suspeitos envolvidos no homicídio doloso
Foto: Reprodução

A Guarda Municipal de Várzea Grande revelou os nomes dos suspeitos de terem matado a socos e chutes o soldado da Polícia Militar Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos, na madrugada desta segunda-feira (26.07), em uma distribuidora na rodovia Mario Andreazza, em Várzea Grande. Trata-se de Wesdra Victor Galvão de Souza, de 29 anos, e Alan Patrick Schueller, de 27 anos. Ambos estão sendo procurados pela polícia.

Wesdra e Alan são os suspeitos que aparecem nas imagens da câmera de segurança do estabelecimento agredido o policial a chutes e socos. Mostra ainda a dupla fugindo em um carro modelo Gol verde após o crime. Desde então, a polícia segue em diligências a fim de localizar e prender os dois.

O corpo do policial será velado no cemitério Recanto da Paz, no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande. Ele deixa três filhos pequenos.

Conforme informações, o policial militar foi agredido pelos suspeitos em um estabelecimento comercial, na noite desse domingo (25) no bairro da Guarita, e encaminhado em estado grave ao Pronto-Socorro de Várzea Grande com traumatismo craniano. Na unidade de saúde, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu por volta da meia-noite.

O caso de homicídio doloso está sendo investigado e a Polícia Militar segue em diligências, em buscas dos suspeitos envolvidos no crime.

Leia também

Deixe seu comentário!