Policial Militar é morto a chutes e socos durante briga em distribuidora; Veja vídeo

Após o crime, os suspeitos fugiram, mas já estão sendo procurados
Foto: Reprodução

O policial militar Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos, foi morto, na noite deste domingo (25.07), após ser agredido a socos e chutes por dois homens. Conforme informações da polícia, o fato aconteceu em uma distribuidora de bedidas localizada na Avenida Mario Andreazza, em Várzea Grande. Após o crime, os suspeitos fugiram, mas já estão sendo procurados.

De acordo com o boletim, uma viatura foi acionada via Ciosp para atender uma briga entre homens e mulheres em posto de combustível na Mario Andrezza. Ao chegar ao local, porém, foram informados que o caso teria acontecido em uma distribuidora 24h. Lá, já encontrou a vítima caída no chão.

Aos militares, a esposa de Roberto relatou que eles estavam voltando de Cuiabá quando pararam no local para o policial utilizar o banheiro enquanto ela ficou no veículo. Ao perceber a demora do rapaz, foi verificar o que teria acontecido, momento em que já encontrou o marido caído no chão.

Um funcionário do estabelecimento teria dito a ela que a vítima se envolveu em uma briga com um dos suspeitos ainda no banheiro, que começaram a discutir e entraram em luta corporal. Relatou ainda que, mesmo caído, os dois agressores continuaram desferindo chutes e pisadas contra o soldado. Câmeras de segurança mostram o momento do crime. (Veja no fim desta matéria).

O militar foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG) com traumatismo craniano em estado grave. Na madrugada desta segunda-feira (26), porém, ele não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Nas imagens é possível ver o momento em que os suspeitos fogem do local. A PM segue em busca deles. O homicídio doloso já está sendo investigado pela Polícia Civil. A arma do soldado ficou no carro, foi recolhida e entregue à corregedoria. Denúncias podem ser feitas no 190.

Roberto era soldado do 2° Comando Regional em Várzea Grande e atuava no Nucleo de Polícia Militar em Acorizal. Não há informações sobre velório e sepultamento.

Em nota, a Polícia Militar lamentou o falecimento do sargento Roberto. 

Leia também

Deixe seu comentário!