Piauí destaca desigualdades na vacinação: MS vacinou o dobro que MT proporcionalmente

Estados vizinhos registram um abismo na imunização entre estados do Brasil

A Revista Piauí destacou nesta segunda-feira (12.04) a desigualdade das vacinações entre os estados do Brasil. Dentre as principais diferenças está entre Mato Grosso do Sul que, proporcionalmente, vacinou o dobro de pessoas do que Mato Grosso.

Mato Grosso do Sul é o estado que mais aplicou doses de vacina contra a Covid-19 que proporcionalmente foram 18 doses a cada 100 habitantes até 9 de abril. Por outro lado, Mato Grosso, estado vizinho, aplicou metade das doses – apenas 9 a cada 100 pessoas.

O ideal é que se tenham 200 doses a cada 100 indivíduos, já que são necessárias duas aplicações para a completa imunização. 

A Piauí destacou que os dois estados apresentam proporções semelhantes de idosos (pessoas acima de 60 anos) em sua população: Mato Grosso do Sul tem 13% de população idosa, e Mato Grosso, 12%. Além disso, em Mato Grosso há demora maior na aplicação das vacinas, mas também problemas de distribuição por parte do governo federal.

Na segunda-feira (5), a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e a Comissão Parlamentar de Saúde, Previdência e Assistência Social abriram uma ação para que o Ministério da Saúde esclareça os critérios adotados para a distribuição das vacinas. O Mato Grosso do Sul, mesmo com população inferior, recebeu mais doses – 576.510.

Leia também

Deixe seu comentário!