Mulher é atacada e esfaqueada por 4 homens em MT

O ataque ocorreu no pátio de um posto de combustíveis.

em 24/02/2020

Por Repórter MT

Uma mulher, nome e idade não divulgados, sofreu tentativa de assassinato na manhã de domingo (23), após ser atacada a facadas por três homens, de 20 e 21 anos, e um adolescente de 17, além de uma mulher de 19 anos. O ataque ocorreu no pátio de um posto de combustíveis, onde foi encontrada caída e ensanguentada, no Centro de Barra do Garças (509 km da Capital).

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado, os paramédicos prestaram os primeiros socorros no local, onde a mulher foi encontrada consciente, porém, com vários ferimentos causados pelos golpes de faca, inclusive na região do pescoço. Devido à gravidade das lesões, a mulher foi encaminhada ao hospital.

Não foi informado o atual estado de saúde da paciente.

A Polícia Militar (PM) atendeu a ocorrência, isolou a área e enquanto o socorro não chegava conseguiu escutar da vítima que ela havia sito atacada por três homens e uma mulher. Com dificuldades ela conseguiu passar algumas características dos assassinos. Não soube identificá-los, porém, disse que se os visse saberia reconhecer.

A motivação do crime não foi informada.

Diante das informações, a guarnição saiu em rondas pela região em buscas por suspeitos, mas ninguém foi encontrado.

Os militares, por volta das 14h, foram à unidade de saúde, onde conseguiram conversar novamente com a vítima e mostrar algumas fotos, quando a mulher reconheceu dois homens como participantes do atentado contra ela.

A viatura se deslocou ao endereço dos acusados, onde em uma das casas encontrou os quatro acusados juntos. Durante revista na residência, foram apreendidas as roupas que os bandidos usaram no momento da tentativa de homicídio, de acordo com as características relatadas pela vítima.

Essas informações foram confirmadas mais tarde, após a PM ter acesso às imagens da câmera de segurança do posto que flagraram a ação dos homicidas.

Os criminosos foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidos pelo delegado de plantão e ficaram presos aguardando os procedimentos cabíveis ao caso.



Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias