Sete candidatos apresentaram novos programas eleitorais nesta sexta-feira (23)

Leitão cita apoio no Senado; coronel quer segurança na fronteira

Por Lislaine dos Anjos

No programa eleitoral desta sexta-feira (23), os candidatos Nilson Leitão (PSDB) e Coronel Fernanda (Podemos) foram dois dos sete postulantes ao Senado que apresentaram novos programas eleitorais.

Enquanto a militar apresentou proposta para aumentar a segurança na região de fronteira, o tucano defendeu o apoio recebido dos outros dois senados de Mato Grosso.


Nilson Leitão e Coronel Fernanda - Reprodução - montagem Mídia News

Os candidatos Feliciano Azuaga (Novo), Reinaldo Morais (PSC), Elizeu Nascimento (DC) e Procurador Mauro (Psol) repetiram seus programas.

VEJA:

Carlos Fávaro

O senador interino Carlos Fávaro (PSD) defendeu a chegada da ferrovia em Cuiabá, afirmando que trata-se de um sonho antigo no Estado.

“Já conversei pessoalmente com [o presidente Jair] Bolsonaro e fiz questão de enfatizar que ele vai entrar para a história com a chegada da ferrovia em Cuiabá”, disse.

Fávaro disse que já pediu urgência no Senado para a votação do projeto que dará autorizações para as ferrovias e garantir a chegada dela na Capital.

“Por onde a ferrovia já passou, foram gerados muitos empregos e oportunidades para os jovens”, afirmou.

 

Euclides Ribeiro

O advogado Euclides Ribeiro (Avante) apresentou propostas para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), como a redução do tempo de espera das consultas e exames e oferta de mais especialidades médicas.

“Todo cidadão tem direito a uma saúde pública de qualidade. No Senado, vou apresentar projetos de lei para fortalecer o SUS, melhorando o atendimento através da gestão de recursos, combate à corrupção e o uso da tecnologia”, afirmou.

 

José Medeiros

O deputado federal José Medeiros (Podemos) destacou a parceria com Bolsonaro para o Estado derrotar a pandemia do novo coronavírus.

“Mato Grosso precisa vencer a pandemia e só tem um caminho: o desenvolvimento. Com seu voto e juntos com Bolsonaro, nós podemos”, disse.

 

Nilson Leitão

O candidato tucano mostrou depoimento de uma eleitora afirmando que, durante o seu mandato no Congresso, não atuou apenas em prol de Sinop, mas para todas as cidades do Estado.

Na sequência, Leitão ressaltou o apoio que recebeu dos senadores Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PL).

“Para um bom mandato, não tem como andar sozinho. Eu tenho o privilégio de ter o apoio dos dois senadores da República, Jayme Campos e Wellington Fagundes. Os dois me convocaram e disseram que os três juntos farão um trabalho para todo o Mato Grosso”, afirmou.

 

Coronel Fernanda

Candidata apoiada pelo presidente, a Coronel Fernanda citou os crimes diversos que acontecem na região de fronteira em Mato Grosso e apresentou um pequeno clipe com depoimento do presidente manifestando apoio.

No programa, é apresentado uma das propostas da militar para o fortalecimento da segurança, o Plano de Intensificação de Controle de Fronteiras (Plicofe).

 

Valdir Barranco

O candidato do PT, Valdir Barranco, teve seu programa eleitoral apresentado pela sua primeira suplente, Maria Lúcia Neder, ex-reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

“Como reitora da UFMT, criamos mais de 120 cursos de graduação e de pós-graduação, implantamos o Enem, as cotas, as bolsa-moradia e bolsa-alimentação, possibilitando a permanência do estudante de baixa renda”, disse Maria Lúcia.

“Ajudamos a criar o campus de Rondonópolis e a edificar os campus de Barra do Garças e Sinop. Continuaremos a nossa luta pela Educação”, completou.

 

Pedro Taques

Em seu programa, o candidato Pedro Taques (Cidadania) admitiu ter tido melhores resultados como senador do que como governador do Estado.

“A minha mãe me falou: Pedro, você foi melhor senador do que governador. Eu reconheço. No Senado, a história é outra”, afirmou.

 

Leia também

Deixe seu comentário!