Mato Grosso é um dos primeiros estados a autorizar 30% da capacidade de torcedores nos estádios, ginásios e congêneres

Governo de Mato Grosso libera esporte amador e público nos estádios

 

 

 

 

 

 

Foto: Governo de Mato Grosso liberou 30% da capacidade nos estádios, ginásios e eventos amadores - Imagem: Assessoria Cuiabá EC

O Governo de Mato Grosso publicou novo decreto nesta sexta-feira (25) liberando o esporte amador no estado. Além disso, autorizou o retorno do público externo nos estádios, ginásios e eventos amadores, com limite de 30% da ocupação, seguindo os protocolos de prevenção, como uso de máscaras, medição de temperatura, desinfecção dos locais, produtos para higienização e distanciamento.

Vale ressaltar, que no caso do futebol profissional, as entidades responsáveis pelas organizações das competições, a exemplo da CBF e FMF, estarão a cargo da liberação do torcedores nos jogos. A diretoria do Cuiabá, que disputa a Série B, fará uma reunião com a Prefeitura e demais autoridades competentes, além de aguardar as definições da CBF, organizadora da competição.

Bares, shows, cinemas e congêneres, também foram liberados com a presença de público sentado, com 50% da capacidade dos locais, respeitando 1,5m entre as mesas ou assentos.

“Estamos fazendo essa retomada de forma gradativa. Com a redução da contaminação e da ocupação de UTIs, já é possível permitir que essas atividades possam ser realizadas, sempre de forma segura. O setor cultural e esportivo foi muito prejudicado pela pandemia e cabe ao Governo auxiliar esses profissionais a restabeleceram sua fonte de renda”, afirmou o governador.

Segundo o decreto, os índices do novo coronavírus caminham para a estabilização no Estado, o que convém liberar mais algumas atividades econômicas. Segundo o Governo, houve redução no número da média móvel de casos confirmados de Covid-19, de hospitalizações e de óbitos no âmbito estadual.

O Governo destaca ainda a necessidade de retomada das atividades econômicas, com foco na manutenção dos postos de trabalho.

“É importante exaltar a sensibilidade do governador que permitiu essas atividades culturais e esportivas, que foram as primeiras afetadas pela pandemia e assim minimizar os impactos a quem vive do setor. Tudo isso paralelamente à ampliação da rede pública de saúde, com criação de leitos de UTI em todo estado, assim como pelas ações de tratamento precoce, a exemplo da criação do Centro de Triagem na Arena Pantanal e do envio de medicamentos e  300 mil testes rápidos aos municípios”, completou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado.

Leia também

Deixe seu comentário!