Deputado diz que Emanuel não tem força no interior e MDB deve encabeçar vice para Mauro

Dr João ainda aponta que Pinheiro está distante do grupo e não vale a pena tê-lo no partido
Foto: Reprodução

Presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado estadual Dr João (MDB), não vê força política no colega partidário, Emanuel Pinheiro, prefeito de Cuiabá, para a disputa ao governo do estado em 2022.

Segundo o parlamentar, Pinheiro não tem apreço nos municípios do interior. “Aqui na capital ele tem uma liderança muito grande, mas a gente que viaja, que é do interior, a gente vê que o Emanuel pra ele ser candidato tem que fazer um trabalho muito louco, muito grande no interior do estado, ele não entra no interior do estado, é muito difícil a entrada dele no interior do estado”, afirmou o deputado que participou da inauguração da nova sede da Delegacia Especializada da Defesa da Mulher, na Capital, na manhã desta segunda-feira (08/06).

Defensor da reeleição do atual governador Mauro Mendes (DEM), Dr João assegura que esteve reunido com o líder do MDB em Mato Grosso, Carlos Bezerra, deputada Janaína Riva, e alega que a intenção é fazer campanha para Mendes, e que ideia é “brigar, no bom sentido, com o MDB pra colocar o vice”.

O deputado emedebista também critica o não comparecimento do prefeito da capital nos encontros para organizar alinhamentos partidários, principalmente em relação ao pleito do próximo ano, e aponta independência política de Emanuel. “Ultimamente não tem nem contato com ele, a gente não tem, eu pelo menos não tenho, eu acho que ele tá na dele, ela tá tentando tocar a prefeitura e tipo assim, se colar colou, mas acho difícil colar”.

Recentemente Emanuel se reuniu com o senador Jayme Campos, mas negou ter recebido convite oficial parasse filiar ao Democratas. Pinheiro também foi sondado por outros partidos.

Sobre isso, Dr João avalia que deixar o partido não é uma das melhores alternativas para Pinheiro, mas assevera que não vale a pena tê-lo MDB. “É uma boa pergunta, será que vale a pena uma pessoa totalmente distante do grupo, realmente, não vale a pena não”, conclui.

Leia também

Deixe seu comentário!