O setor hoteleiro é 1 dos mais afetados pela pandemia do coronavírus

Copacabana Palace fecha pela 1ª vez desde a inauguração

Poder360

Fachada do Copacabana Palace, na cidade do Rio de Janeiro

© Wikimedia Commons – 21.nov.2013 Fachada do Copacabana Palace, na cidade do Rio de Janeiro

O hotel Copacabana Palace fechará as portas temporariamente a partir desta 6ª feira (10.abr.2020). A suspensão das atividades deve ser aplicada até o fim de maio. O setor hoteleiro é 1 dos mais afetados pela pandemia do coronavírus, que impôs restrições de viagens e medidas de isolamento social.

Um dos mais tradicionais hotéis do Brasil, o histórico edifício no bairro mais famoso do Rio será fechado pela 1ª vez desde sua inauguração, em agosto de 1923. Em 96 anos de história, o hotel carioca nunca tinha fechado as portas para os hóspedes.

Os últimos clientes hospedados no Copacabana Palace deixaram seus quartos na 2ª feira (6.abr.2020). Apenas 2 moradores permanecerão no hotel: Andrea Natal, diretora-geral do Grupo Belmond do Brasil, que administra o estabelecimento; e o cantor Jorge Ben Jor, que vive no local há 2 anos.

“Nossa previsão de ocupação para março era de 70%, e fechamos o mês com 36% […] Até começamos bem, mas a partir de meados do mês, quando o turismo global começou a ser mais afetado, com muitos cancelamentos de voos, a queda foi abrupta. Isso justamente num ano que começou promissor. Tivemos um carnaval inesquecível, nosso baile foi talvez o melhor dos últimos tempos. Parecia que vivíamos uma era de ouro”, disse Andrea.

Agora, o Copacabana Palace soma-se aos mais de 60 hotéis cariocas a fecharem devido à crise da covid-19 no Brasil e no mundo. Os dados são da ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis).

Leia também

Deixe seu comentário!