CIDADES

Justificativa

Publicado em

Vereadores afirmam que não podem recusar auxílios de até R$ 8 mil
Da esquerda para direita: Michelly Alencar, Diego Guimarães, Edna Sampaio e Dilemário Alencar.

Os vereadores que votaram contra a criação do “pacotão de benefícios” que pode chegar a R$ 8 mil afirmam que não podem recusar os auxílios de até R$ 8 mil.

Os quatro parlamentares apontaram que não vão deixar de usar parte ou todo o recurso aprovado porque a verba retornaria para o controle do presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, Jucá do Guaraná (MDB).

Diego Guimarães (Cidadania), Dilemário Alencar (Podemos), Edna Sampaio (PT) e Michelly Alencar (DEM) votaram contra o projeto que criava os auxílios de vale transporte, alimentação e saúde, entretanto, o projeto foi aprovado por maioria dos parlamentares.

Os vereadores solicitaram o recebimento desses recursos via ofício, assim como os outros parlamentares, para serem utilizados nos próximos meses com a justificativa que foi aprovado pela maioria e com isso, gera o direito de usufruir dos benefícios.

Leia mais: Prefeito sanciona auxílios de até R$ 8 mil para vereadores

Dilemário e Diego solicitaram os três tipos de benefícios. Com isso, serão gastos R$ 8 mil com cada vereador. Já Michelly solicitou vale-alimentação e transporte, o que custará R$ 6,4 mil para os cofres públicos. Edna requereu os auxílios-alimentação e saúde no valor de R$ 3 mil.

Leia Também:  Servidores do estado receberão salário de dezembro nesta quinta-feira (23)

Procurados pela reportagem, os 4 vereadores utilizaram justificativas semelhantes. Em resumo, todos alegam que o recurso voltaria para o controle do presidente e não teriam a possibilidade de devolver os valos a Prefeitura e por isso, solicitaram.

“As propostas legislativas foram aprovadas pela maioria dos vereadores, se tornando uma prerrogativa para todos os parlamentares da Casa. Dessa forma mesmo tendo votado contra, prefere não deixar os valores para uso da Presidência da Câmara, e irá usá-los para continuar fazendo um mandato atuante e próximo a comunidade”, disse em nota a vereadora Michelly Alencar.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

CIDADES

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI