Bolsonaro diz que não tem compromisso com candidaturas em Mato Grosso

O presidente da República reforçou que o “time” será definido no início de 2022

O presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), disse em entrevista ao Jornal da Capital da Rádio Capital FM nesta terça-feira (17.08) que não possui compromisso com nenhuma candidatura em Mato Grosso para o próximo ano. Bolsonaro reforçou que tem simpatia pelo deputado federal, José Medeiros (Podemos), mas não há nada 100% fechado.

“Olha, eu evito falar disso daí porque declarar apoio a alguém porque eu passo a ter problemas dentro do Parlamento, que eu preciso aprovar coisas para o bem do Brasil. Em Mato Grosso eu sou muito simpático ao deputado Medeiros. Mas nada além dele, o resto eu converso com todo mundo, não tenho compromisso com ninguém de Mato Grosso e nem de estado nenhum do Brasil. Raramente eu tenho contato com alguma pessoa, eles têm interesses, eu também. Mas esse time será formado a partir do início do ano que vem. Trazer pra dentro agora desse turbilhão que a gente vive, dos problemas que a gente vive aqui, a gente complica as coisas aqui. E o povo tem necessidades”, disse.

Bolsonaro seguiu reforçando que nesse momento está preocupado com a situação econômica do Brasil, principalmente nesse pós pandemia, com a inflação prevista para 7% nesse segundo trimestre do ano. De acordo com o presidente, é necessário criar condições mais favoráveis de investimentos para a agricultura familiar.

“Nós estamos com a inflação alta, em torno de 7% nesse ano, fruto dessa política do fique em casa a economia a gente vê depois que a pandemia trouxe inflação de alimentos no mundo todo, não foi só no Brasil, foi o mundo todo. E nós temos que buscar soluções para isso”, disse Bolsonaro.

“A ministra Tereza Cristina está trabalhando arduamente e não dá pra chegar para o homem do campo e dizer que ele está proibido de exportar carne para diminuir o preço internamente, isso não existe. A Argentina acabou de fazer isso e não deu certo. A gente não vai confiscar soja para fazer mais óleo porque subiu o preço aqui, isso não existe. O que nós podemos fazer é investir mais na agricultura, como a caixa econômica entrou na agricultura familiar com força. O plano Safra entrou com mais recursos para a agricultura familiar que é aquilo que a gente mais consome, dar meios para o produzir mais, que daí a inflação cai. Se a gente fizer o contrário terá desabastecimento e é isso que nós não queremos” finaliza.

Confira a entrevista completa neste link.

Leia também

Deixe seu comentário!