FG ASSESSORIA

Áudios com ameaças de 'salve' por facção viraliza no Whatsapp; ônibus vão parar às 22h

Ameaças incluem colocar fogo em viaturas, ônibus e carros oficiais.

em 14/08/2019

Redação

Em um dos áudios, um bandido afirma: “A partir das 22h vamos botar o terror em Cuiabá. Não saia de casa muito tarde e não saia antes das 6h”. Este é um dos áudios enviados supostamente pelo grupo de facção criminosa Comando Vermelho (CV) pelas redes sociais, sobre ameaças de 'Salve Geral', na capital. A ação é seria uma resposta à Operação Elison Douglas, realizada ontem (13), na Penitenciária Central do Estado (PCE), que tirou 'regalias' de criminosos como celulares, móveis e visitas.

No segundo aúdio, é possível ouvir: “O bagulho vai ficar louco nas ruas. Quem não quiser cair que se deita que a pancada vai ser dura”.

Resultado de imagem para onibus queimado cuiaba

E um terceiro, que diz ... “O bagulho vai ficar louco. Nós vai tacar fogo em viatura, bombeiro, em tudo, você não tá entendendo? A gente vai morrer, vai morrer todo mundo. A gente está começando a guerra”, afirma um criminoso.

Quando soube dos áudios que viralizaram através das redes sociais, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), informou em nota que que os áudios estão sendo analisados e “os responsáveis por difundi-los serão responsabilizados criminalmente”. 

Ainda conforme o Governo, uma das pessoas que difundiu o áudio, Samuel de Souza Valdivino, foi preso em flagrante ontem às 15h30, em uma ação integrada da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar no município de Lucas do Rio de Verde (360 km a Médio Norte de Cuiabá) pelos crimes de tráfico de drogas e enquadrado no artigo 2º da Lei 12850/2013 por promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa, a pena é de 3 a 8 anos reclusão, além de multa.

Ouça os áudios abaixo:

Áudio


Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias