FG ASSESSORIA

Mulher que morreu após fazer lipoaspiração e mamoplastia negociou plásticas por rede social

CRM-MT faz alerta para cirurgias a preços baixos.

em 15/05/2018

A paciente Edléia Daniele Ferreira Lira, de 33 anos, que morreu em Cuiabá após ser submetida a cirurgias plásticas, fez a negociação para os procedimentos pelas redes sociais. Ela pagou R$ 50 para participar do grupo privado no Facebook por onde tratou das cirurgias com a empresa com sede em Minas Gerais.

O corpo da paciente foi sepultado nesta terça-feira (15), em um cemitério em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Ela passou por procedimentos de lipoaspiração e redução das mamas na sexta-feira (11), teve complicações após as cirurgias, e morreu no domingo (13). O procedimento foi feito no centro cirúrgico do Hospital Militar em Cuiabá, que nega irregularidades nas cirurgias. Depois de sofrer parada cardíaca, Daniele, como é conhecida, teve complicações e foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital, onde faleceu.

Na página, a empresa ainda divulga uma tabela de preços cobrados pelas cirurgias, que são bem abaixo dos valores normalmente cobrados.UTI) de um hospital particular da capital, onde faleceu.

Empresa divulga em rede social tabela de preços de cirurgias plásticas (Foto: Facebook/ Reprodução)



Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias