“Na hora desmaiei”, diz dono de Lamborghini alagada

não tinha seguro

em 13/02/2020

Motor Show

© Lamborghini Huracán avaliada em R$ 17 milhões aparece alagada em enchente. Foto: Reprodução

Um dos donos da Lamborghini Huracán que ficou totalmente alagada na segunda-feira após as enchentes que castigaram São Paulo, contou como foi achar o carro avaliado em R$ 1,6 milhão e que não tinha seguro. “Desci para a garagem e vi que a água chegava à metade dos carros. Entrei em choque, cheguei a desmaiar. Fui socorrido pelos vizinhos”, disse o designer de carros superesportivos Fernando Santos, 29 anos, conhecido como Mutant. As informações são do jornal mineiro O Tempo.

Santos era o responsável pelo carro mas não desembolsou a cifra milionária para comprar a Lamborghini Huracán fabricada em 2015. O veículo seria modificado e turbinado e para triplicar a potência de 610 cv para 1500 cv. O projeto ainda planejava convidar artistas brasileiros como Romero Britto ou Eduardo Kobra para trabalharem na pintura da lataria. A transformação faria parte do programa Mutant Supercars.

Ao final, a Lamborghini alagada – que seria o modelo mais rápido do mundo – seria leiloada. Santos e seu parceiro na empreitada, o empresário Vinicius Vilela, 42 anos, presidente da Trend Innovaction, produtora que cria conteúdos audiovisuais, eperavam vender o carro por até R$ 21 milhões. Eles esperavam que nomes como Brad Pitt e Kim Kardashian estariam entre os interessados.

O valor seria todo revertido para instituições de caridade. Santos e Vilela ainda não sabem a extensão dos danos causados pela chuva ao carro.



Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias