FG ASSESSORIA

Como fazer um queijo quente sem cometer erros (não tão) básicos

gostosura derretida e também crespa em um formato fácil de devorar

em 08/11/2018

Quando você não tem tempo ou está cansado demais para cozinhar e está precisando de uma dose de comfort food, um sanduíche grelhado de queijo é a salvação. Custa menos que uma pizza para viagem, leva menos tempo para fazer e oferece a mesma gostosura derretida e também crespa em um formato fácil de devorar.

Acrescente alguns palitos de cenoura crua ou uma saladinha, e um bom sanduíche grelhado de queijo funcionará como um jantar simples e rápido para os dias úteis, e que, além disso, é até "bem balanceado".

Em sua versão mais básica, o grelhado de queijo leva apenas três ingredientes – pão, queijo e manteiga (ou maionese; falaremos disso mais adiante) --, então como é possível que alguém não acerte com ele? A verdade é que, quando se trata de algo tão básico, os erros pequenos podem ter um impacto grande sobre o produto final.

Veja a seguir cinco das armadilhas mais comuns dos sanduíches grelhados de queijo, além de dicas para garantir que você não volte a cair nelas. Você pode tornar seu queijo grelhado tão clássico ou criativo quanto quiser, mas os princípios fundamentais continuam iguais. Diga adeus ao queijo quente apenas "mais ou menos bom".

Armadilha número #1: pão demais

O primeiro elemento crucial é a espessura do pão. O que se procura é uma relação de paridade entre o pão e o recheio; logo, rejeite fatias de pão muito espessas (sem falar que pão muito grosso vai queimar na chapa antes de o queijo começar a derreter). A espessura padrão, meia polegada, é ideal, mas você pode usar pão com até três quartos de polegada, no máximo, para que cada bocada cumpra a promessa cremosa do queijo grelhado, até a crosta.

O tipo de pão que você escolher – branco ou integral, de massa azeda ou multigrãos – vai ditar a personalidade de seu queijo grelhado. Você pode optar por pão macio ou crocante, mas se escolher pão artesanal, não utilize fatias que tiverem buracos grandes, para que o queijo não escape por eles.

Armadilha número 2: queijo insosso

Os saudosistas podem apostar naqueles fatias quadradas de queijo laranja embaladas individualmente ou até no queijo processado macio. Sim, esses queijos derretem muito bem. Mas o sucesso do queijo grelhado depende também do sabor, não apenas da textura.

Se você é leal ao queijo americano ou cheddar de intensidade média, misture-o com um outro tipo de queijo ou até dois. Os queijos de qualidade, como Gruyère ou gouda, manchego ou muenster, comté ou cheddar forte, pepper jack ou parmesão, intensificam o sabor do sanduíche. Mas não deixe de incluir pelo menos um queijo que você sabe que vai derreter bem. Para obter o melhor resultado, rale o queijo para obter o derretimento mais uniforme. Ou compre um pacote de queijos ralados mistos italianos ou mexicanos.

Armadilha número 3: falta de cuidado ao passar a manteiga

Tecnicamente falando, o sanduíche grelhado de queijo é na realidade um queijo assado na chapa. A magia acontece entre o pão e a chapa (ou frigideira) com a aplicação de uma gordura, geralmente manteiga. Assim, se a manteiga não for passada de modo uniforme, algumas partes do pão podem ficar secas e outras excessivamente oleosas.

Fala-se muito nos prós e contras da manteiga versus maionese para garantir o melhor sabor e deixar o pão mais bem grelhado. Seja qual for sua opção, o segredo é passar a manteiga ou a maionese (ou até uma combinação das duas coisas) de uma margem do pão à outra numa camada fina e uniforme, para obter um pão tostado à perfeição.

Armadilha número 4: recheio em excesso

Quer você se atenha apenas ao queijo ou queira acrescentar ingredientes extras, como presunto, bacon, tomate ou alcachofras, é com o recheio que um queijo quente pode sair de controle. Evite exagerar no recheio, senão os ingredientes vão simplesmente vazar por todo o prato.

As fatias de queijo precisam ser finas: não mais que cerca de 50 gramas de queijo por sanduíche, ou meia xícara de queijo ralado. Quaisquer ingredientes adicionais devem complementar o queijo, e não sobrecarregá-lo. Quando se trata de carnes fatiadas, as fatias devem ser finas. Pique bem quaisquer vegetais, como cogumelos salteados, pimentão vermelho assado ou cebolas caramelizadas, para poder espalhá-los em cima do queijo.

Armadilha número 5: chapa quente demais

Ok, você está com fome, mas neste ponto é preciso ir devagar. Mesmo que você acerte em todo o resto, uma chapa quente demais pode estragar um queijo grelhado, carbonizando o pão e não dando ao queijo o tempo necessário para derreter. Muitos especialistas recomendam chapas ou frigideiras de ferro, mas o tipo de chapa que você usa é menos importante que a intensidade do calor.

O melhor queijo grelhado é produzido quando o queijo passa mais tempo numa chapa não tão quente.

Veja como fazer: preaqueça a frigideira, deixando-a a uma temperatura média, enquanto você fatia o pão, passa a manteiga (ou a maionese ou uma mistura de manteiga e maionese) e coloca os recheios. Você pode até montar vários sanduíches dessa maneira e só então voltar sua atenção para o processo fundamental de esquentá-los na chapa.

Reduza o fogo para baixo e esquente o sanduíche de um lado e depois do outro, movendo-o um pouco na frigideira se for preciso, até o pão ficar lindamente dourado. Com isso o queijo também terá o tempo necessário para derreter completamente.

Com um pouquinho de paciência você terá um sanduíche grelhado de queijo que merece ser saboreado e festejado.

*HuffPostBrasil



Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias